Playstation 4: Qual a melhor versão para você?

 

Na geração anterior, a linha inicial do Playstation 3 possuía retrocompatibilidade, os consoles atuais não tiveram esta funcionalidade, o que desagradou muita gente. Com a chegada do Playstation 4, isso se tornou um dos fatores que influenciaram a decisão de muita gente, entre continuar com a Playstation ou migrar para outra plataforma.


Agora, vamos entender um pouco a lógica das versões de um console dentro de uma geração. Lembrando que de tempos em tempos, a empresa faz revisões do console - implementa, modifica, coloca, tira e ajusta- para eliminar possíveis problemas. Com tantas mudanças e versões de um mesmo aparelho, tanto os consumidores quantos os vendedores ficam confusos. Para esclarecer todas, ou pelo menos a maior parte, dessas dúvidas, resolvi parte escrever um artigo esclarecendo a principais diferenças dos consoles;


Entendendo o código

É importante salientar que todos os modelos de console tem um código único que, geralmente, está disponível na caixa, no manual de instruções, ou no próprio aparelho. Isso ajuda a identificar a versão do hardware. Exemplo:
Código: CUH-1011AH
Numero: 4-474-514-71(1)FY

Explicando o significado do código:

  • CUH: identifica o produto PlayStation 4;
  • 10: Série do equipamento (atualmente são: 10, 11, 12 e 20);
  • 11: Região em que o equipamento será comercializado (manual e caixa nos idiomas desta região); - - A Capacidade de armazenamento do HD – 500 Gb (A) ou 1 TB (B).

Ainda podem existir variações nos códigos para identificar outras cores, bundles, entre outras coisas. Isso contribui muito  principalmente na identificação de edições limitadas como, por exemplo: Metal Gear Solid V: The Phantom Pain.

Desconsiderando as edições limitadas, no entanto, as diferenças vão muito além as aparências, principalmente se compararmos os modelos da série 12 com os das séries 10 e 11. O modelo clássico (PS4 FAT), novo (SLIM), e o mais novo (PS4 Pro), também contam com características distintas.


Estrutura a fundo

Nenhum modelo é idêntico ao outro e a primeira diferença que podemos notar é com relação a carcaça  do console, que sofreu várias mudanças, principalmente entre o PS4 padrão e o modelo Slim. O Pro, por sua vez, é bem próximo do modelo Slim.

Inicialmente, nos primeiros modelos, as partes separadas na parte superior tinham sido substituídas por uma inteira e o HD foi realocado para um compartimento discreto localizado em uma das laterais. O modelo Pro não mudou nenhum desses elementos e continua com o mesmo conceito.



Os antigos botões touch, que já tinham sido substituídos por mecânicos nas séries 12XX do modelo clássico, foram redesenhados e também reposicionados no modelo slim. Além disso o modelo Pro, ainda aparenta manter a função de ligar/desligar e ejetar através de botões sensíveis ao toque.

A luz de status, que se destacava na parte de cima do console, no foi diminuída para um detalhe do botão de ligar/desligar no Slim, enquanto no Pro foi remanejada para a parte frontal. Curiosamente, nas versões Slim e Pro, forem beneficiados adição de "pés" em formato do desenho dos botões do controle, dando um charme a mais e ajudando no resfriamento do console.


Tamanhos, peso e poder de fogo

O Slim faz jus ao nome e realmente é o menor que o console padrão. Apesar disso, se for pensar em comparação com o PlayStation 3, as medidas não diminuíram tanto assim. Acompanhe as medidas abaixo:

  • Slim: 265mm x 39mm x 288mm (largura x altura x profundidade)
  • Convencional: 275mm × 53mm × 305mm (largura x altura x profundidade)
  • Pro: 295mm × 55mm × 327mm (altura × largura × profundidade)

Sendo a versão mais potente e robusta, o Pro acaba sendo o mais pesado, com seus 3.3 Kg, seguido da versão "clássica" com 2.8 Kg nas séries 10XX e 11XX e 2,5 Kg na 12XX, e finalizando com a mais leve, o Slim, com 2.1 Kg.

Como o PlayStation 4 padrão e o slim tem a mesma proposta e, consequentemente, a mesma capacidade de processamento, logo nada mudará durante em seu gameplay. Já o PS4 Pro chega com um hardware mais poderoso.

Na verdade, os três modelos utilizam a mesma arquitetura de processadores, mas a versão utilizada no Pro é uma espécie de “versão atualizada”, que trabalha em um processamento de 2.1 GHz, enquanto o original é 1.
6 GHz.

Outra diferença está nos módulos que, no modelo convencional, possui 2 quad core modules, enquanto no Pro, dual 4 core modules. Além destas, os núcleos gráficos da APU foram duplicados na versão Pro, contando com 36 unidades. 

As velocidade das memórias também se distingue nos dois consoles. Apesar da mesma capacidade (8GB), o Pro tem largura de banda 24% maior. Tudo isso provoca diferenças de impacto da GPU. Enquanto o original tem sua velocidade de processamento em 1.84 teraflops, o Pro fica, teoricamente, no 4.20 teraflops. Em outras palavras, o PS4 Pro tem o dobro de capacidade de processamento dos convencionais. Isso já explica a diferença de 30fps para 60fps, por exemplo.

Em suma, o PS4 tradicional tem 500GB, mais o processador de 8 núcleos com 30fps e HDR resolution 4K, enquanto o PS4 PRO tem 1TB com 8 nucleos, rodando com uma imagem de até 60fps e resolução 4K.

Em outras palavras, a diferença fica na resolução 4k e nos frames. De resto, tudo se mantem igual, então se você já tem um PS4 padrão ou Slim, não valeria a pena trocar pelo Pro, mas, se você não tem nenhum, já valeria a pena decidir por essa última versão.



Os tais Teraflops 

FLOPS é uma sigla do termo floating point operations per second (operações de ponto flutuante por segundo), uma unidade que mede a capacidade de processamento de operações de ponto flutuante de um computador, ou seja, quantas operações ele faz por segundo. Em teoria, 4 teraflops é igual a 4 trilhões de operações por segundo.

Como não poderia também deixar de lado, vamos falar também sobre o teste de qualidade e de energia. Será fácil supor qual dos três modelos possui maior consumo. O PlayStation 4 Pro consome aproximadamente 310 W, o modelo clássico (versão 12XX) 250 W e o Slim 165 W.

É curioso ver que, mesmo tendo a mesma capacidade do modelo clássico, o Slim ainda consegue ter consumo de energia bem mais baixo. Com a evolução da tecnologia no passar dos anos, as empresas estão cada vez mais diminuindo o consumo de energia para economizar em sua conta de luz e agredir menos a natureza. Este último sempre acabando gerando um belo marketing para qualquer empresa e a Sony, é claro, não poderia ficar de fora.

Levando em consideração que estamos vivendo no Brasil e temos de pensar bem nos prós e contras. Vale lembrar que:

  • O modelo padrão possui garantia no Brasil;
  • O modelo Slim é praticamente o mesmo PlayStation 4 padrão, mas com as mudanças físicas, mais econômico e sem a saída óptica de áudio;
  • O modelo Pro só muda de 30fps para 60fps na velocidade de imagem em televisores mais atuais.

Eis uma pequena tabela que pode lhe ajudar a entender um pouco mais as especificações e diferenças:

Bem, espero que o artigo tenha lhe ajudado em algo. Em breve trarei também outros comparativos, tanto de consoles atuais quanto antigos.

Tags

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.
Real Bout Fatal Fury (TRILOGY) Online

buttons=(Accept !) days=(20)

Our website uses cookies to enhance your experience. Learn More
Accept !